Lição 02 Escola Sabatina – 08/01/2011

Lição 02 PROVISÃO DIVINA PARA A ANSIEDADE
Pr. Albino Marks
“Lancem sobre Ele toda a sua ansiedade, porque Ele tem cuidado de vocês”. – 1Pe 5:7 – Nova Versão Internacional.
INTRODUÇÃO – Vivemos em dias em que muitos sofrem abalos em sua saúde mental. Onde estariam as origens desse problema que cada vez mais castiga um número maior de pessoas? O problema em verdade não é um mal de nossos dias, mas está em onda crescente.

O profeta Jeremias chama a atenção para a origem do problema: “Caiu a coroa de nossa cabeça. Ai de nós, porque pecamos! Eis porque nosso coração está doente, eis porque se escurecem nossos olhos”. – Lm 5:16 e 17 – Bíblia de Jerusalém.
“Nosso coração está doente”, dominado pela ansiedade, angústia e depressão. “Escureceram nossos olhos”, porque a esperança apagou-se; não há expectativa do amanhã; não há futuro.
A origem do problema está no afastamento da única fonte que pode preservar nosso equilíbrio emocional, num mundo dominado pelo Malfeitor e originador do pecado. “Satanás é o originador da doença; e o médico luta contra sua obra e poder. Prevalece por toda parte a enfermidade mental…”. – Mente, Caráter e Personalidade, pág. 12.

Deus, advertindo o povo de Israel se dEle se afastassem, declarou que sofreriam males em conseqüência de seus atos, e entre eles sofreriam de “loucura, cegueira e confusão mental”; – Dt 28:28 – Nova Versão Internacional. Ou: “com loucura, com cegueira, e com perturbação do espírito”; – Almeida Revista e Atualizada; “O Senhor te ferirá com a demência, a cegueira e o delírio mental”- Pontifício Instituto Bíblico de Roma.’ “Também fará com que vocês fiquem loucos, cegos e com o espírito perturbado”; – Bíblia Viva. E acrescenta: “sem que ninguém os salve”. – verso 29 – Nova Versão Internacional. Ou: “E o pior é que ninguém salvará vocês”. – Bíblia Viva.

PENSE – “Laços de morte me cercaram, e angústias do inferno se apoderaram de mim: caí em tribulação e tristeza… achava-me prostrado… estive sobremodo aflito. Eu disse na minha perturbação“. – Sl 116:3, 6, 10 e 11. – Almeida Revista e Atualizada.
DESAFIO – “Ó minha alma, confie no Deus Eterno, pois ele tem sido bom para mim”. – Sl 116:7 – Bíblia na Linguagem de Hoje.
A PRIMEIRA EXPERIÊNCIA DE TEMOR – Ao ser modelado pelas mãos de Deus, Adão e Eva desconheciam as emoções negativas, tais como medo, temor, ansiedade, etc. A sua criação foi obra de Deus que é perfeito amor. “No amor não há medo: ao contrário o perfeito amor expulsa o medo”. – 1Jo 4:18 – Nova Versão Internacional

Foi depois de praticado o ato de desobediência contra Aquele que derramou todo o Seu amor sobre eles, que foram envolvidos pelas emoções perturbadoras.

“Depois de sua transgressão, Adão a princípio imaginou-se a entrar para uma condição mais elevada de existência. Mas logo o pensamento de seu pecado o encheu de terror. O ar que até ali havia sido de uma temperatura amena e uniforme, parecia resfriar o culposo par. Desapareceram o amor e a paz que haviam gozado, e, em seu lugar experimentaram uma intuição de pecado, um terror pelo futuro, uma nudez de alma”. – Patriarcas e Profetas, pág. 49.

Todos os problemas que atormentam o homem têm uma só origem: o pecado que separa o homem da fonte de amor, poder, saúde e felicidade. O único remédio que cura estas feridas é a cruz, onde Cristo realizou a obra de reconciliação, tomando sobre si o nosso pecado. Disse Jesus: “Vinde a Mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e Eu vos aliviarei”. – Mt 11:28 – Almeida Revista e Atualizada.
Mesmo vivendo em um mundo dominado pelo pecado, as promessas de Deus são reais e certas em seu cumprimento, porque o Deus que nos criou movido por um grande ato de amor, vem em nossa busca para redimir-nos do domínio do pecado, por outro grande ato de amor.
PENSE – “Mesmo quando eu andar por um vale de trevas e morte, não temerei perigo algum, pois tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me protegem”. – Sl 23:4 – Nova Versão Internacional.
DESAFIO – “Mas quem me ouvir viverá em segurança e estará tranquilo, sem temer nenhum mal”. – Pv 1:33 – Nova Versão Internacional.
NÃO TENHA MEDO – “Volta, minha alma, ao teu sossego”. Quando o ser humano se coloca em harmonia com o seu Criador, ele encontra a harmonia de espírito. A paz de espírito é um dom de Deus.
O profeta Jeremias declara: ”Teu mal é incurável… por que gritas por motivo da tua ferida? Tua dor é incurável. Por causa da grandeza da tua maldade, e multidão dos teus pecados… Porque te restaurarei a saúde, e curarei as tuas chagas, diz o Senhor”. – Jr 30:12, 15 e 17. – Almeida Revista e Atualizada.
O pecado não tem cura através de comprimidos ou cápsulas; o único remédio para o pecado é o amor e o perdão de Jesus.
“O amor difundido por Cristo por todo o ser, é um poder vitalizante. Todo órgão vital – o cérebro, o coração, os nervos – esse amor toca, transmitindo cura. Por ele são despertadas para a atividade as mais altas energias do ser. Liberta a alma da culpa e da dor, da ansiedade e do cuidado que consomem as forças vitais. Vêm com ele serenidade e compostura. Implanta na alma uma alegria que coisa alguma terrestre pode destruir – a alegria do Espírito Santo – alegria que comunica saúde e vida“. – Mente, Caráter e Personalidade. pág. 452.
Deus desafiou a Abraão para confiar na Sua ação em relação ao herdeiro. Moisés estimulou a Josué para depositar a sua liderança para com Israel na segura liderança de Deus para a sua vida e tarefa. Josafá animou seu exército com a certeza de que Deus batalharia por eles. Jesus nos alerta que em meio às lutas e convulsões de nosso mundo não devemos temer, por que Ele nos envolve com a Sua paz.
A fé, a confiança no Deus pessoal, que tem interesse e cuidado por seus filhos é o antídoto mais poderoso contra o medo e a ansiedade.
PENSE – “O povo que caminhava nas trevas viu uma grande luz. Sobre aqueles que habitavam a terra da sombra, uma luz resplandeceu. Multiplicaste a sua alegria, aumentaste o seu júbilo. Eles rejubilaram diante de ti como na alegria da colheita, como a gente se alegra na repartição do despojo”. – Is 9:1 e 2. – Tradução Ecumênica da Bíblia.
DESAFIO – “Porque assim diz o Senhor Deus, o Santo de Israel: Em vos converterdes e em sossegardes, está a vossa salvação; na tranquilidade e na confiança, a vossa força, mas não o quisestes”. – Is 30:15 – Almeida Revista e Atualizada.
CONFIANÇA CONTRA A ANSIEDADE – “Não se perturbe o coração de vocês”. – Jo 14:1. Esta promessa foi feita quando os discípulos estavam vivendo os momentos que antecediam o julgamento mentiroso e injusto da morte vicária de Jesus. Para nós a promessa é feita quando vivemos em um mundo perturbado pela ansiedade, angústia, etc. Porém, ela também veio até nós, quando nos aproximamos do seu glorioso cumprimento.
A alegria da salvação é o bálsamo que o grande médico aplica para curar não somente a ansiedade, mas todos, todos os traumas emocionais. Os traumas como conseqüência do pecado de herança e os traumas adquiridos pela prática e culpa dos próprios pecados. Este bálsamo é tão poderoso porque está concentrado no relacionamento de amor com uma Pessoa – Jesus. Ele é nosso Criador e nosso Amigo. Ele nos toca com o poder de Seu amor restaurador. Assumiu as conseqüências mortais do pecado de Adão, o pecado de herança, e assegura o perdão e a cura de nossos pecados e oferece luz, vida, alegria, paz e a gloriosa promessa para nos buscar e nos dar eternidade feliz. É só crer, é só confiar.
A promessa de Jesus infunde esperança. O homem sob o domínio da ansiedade precisa de esperança para a cura e manter a estrutura psicológica em equilíbrio. Cristo é a esperança personificada, é o Homem perfeito que precisa ser formado em cada um de nós. É a esperança da glória. É o Super-Ego que traz em Si o poder para erguer, transformar e dar equilíbrio ao nosso Ego arrasado pelos enganos e pela opressão de Satanás.
PENSE – “A estes quis Deus tornar conhecida qual é entre os gentios a riqueza da glória deste mistério, que é Cristo em vós, a esperança da glória”. – Cl 1:27 – Bíblia de Jerusalém.
DESAFIO – “Aqueles que estão decididos a tornar sua a vontade de Deus, devem servir e agradar a Deus em tudo. Então o caráter será harmonioso e equilibrado, coerente, alegre e genuíno”. – Meditação Matinal, 2002, pág. 64.
PÁSSAROS E LÍRIOS – “Olhai as aves do céu: não semeiam, nem colhem, nem ajuntam em celeiros. E, no entanto, vosso Pai celeste as alimenta. Ora, não valeis vós mais do que elas? Quem dentre vós, com as suas preocupações, pode acrescentar um só côvado à duração da sua vida? E com a roupa, por que andais preocupados? Aprendei dos lírios do campo, como crescem, e não trabalham nem fiam. E, no entanto, eu vos asseguro que nem Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como um deles “. – Mt 6:26-29 – Bíblia de Jerusalém.

Todo ser humano está sujeito a preocupações. E muitas vezes as preocupações dominam-no de tal maneira que perde o controle próprio. Preocupações quanto ao trabalho, ao sustento da família, com o dia de amanhã, educação dos filhos, uma infinidade.

O que a Bíblia nos ensina sobre as preocupações, suas influências e como lidar com elas? Na parábola do semeador, a semente que caiu entre espinhos, ensina que as preocupações assumem cada vez mais o tempo das pessoas, e estas esquecem o que é importante, passando a correr atrás das coisas passageiras deste mundo.

Marta estava tão preocupada com o pão que perece que se perturbou com Maria, que estava com fome pelo pão da Vida Eterna.

Podemos envolver-nos tanto com as preocupações deste mundo que colocamos a volta de Jesus cada vez mais distante. Não só isto, mas perdemos o senso da brevidade de nossa vida e a compreensão de que no dia em que somos chamados para o descanso, este representa o dia da volta de Jesus. Porque não haverá outra oportunidade para cuidar da questão da eternidade.

PENSE – “O terreno coberto de espinheiros representa um homem que ouve a mensagem, mas as preocupações desta vida, e pelo dinheiro, sufocam a Palavra de Deus, e ele trabalha cada vez menos para Deus”. – Mt 13:22 – Bíblia Viva.

DESAFIO – “Cuidado para que vossos corações não fiquem pesados pela devassidão, pela embriaguez, pelas preocupações da vida, e não se abata repentinamente sobre vós aquele Dia”. – Lc 21:34 – BJ.

UM DIA DE CADA VEZ – Como lidar com as preocupações e como alcançar a cura desta enfermidade sutil que atinge praticamente cada um de nós?

Jesus ensina: “Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã trará as suas próprias preocupações. Basta a cada dia o seu próprio mal”. – Mt 6:34 – Nova Versão Internacional.

Jesus recomenda uma maneira inteligente de lidar e diminuir em muito as preocupações. Considerar apenas as preocupações do dia de hoje. O ontem com seus problemas já passou. Nada podemos fazer para solucioná-los. O amanhã com suas esperanças e dificuldades ainda não chegou. Não temos condições de prover soluções para problemas que estão fora de nossa alçada. Vivamos, pois, o dia de hoje, cuidando de nossas tarefas e teremos poucas e pequenas preocupações.

O apostolo Pedro recomenda: “Lançai sobre ele toda a vossa preocupação, porque é ele que cuida de vós”. – 1Pe 5:7 – Bíblia de Jerusalém.

Queremos viver sem preocupações? Desejamos a libertação dessa enfermidade mental que castiga nosso corpo todo? Então entendamos bem: coloquemos nas mãos de Deus as nossas preocupações do dia de hoje. É preciso viver com alegria e confiança o dia que Deus está nos concedendo. Os outros ainda não nos pertencem. Deus nos concede um dia de cada vez. “Entregue suas preocupações ao Senhor, e ele o susterá; jamais permitirá que o justo venha a cair”. –Sl 55:22 – Nova Versão Internacional.

Uma pesquisa feita sobre preocupações e o acontecimento delas, revelou que 98% nunca acontecem. Em verdade, se nosso Pai celeste cuida das aves, flores e tudo o mais, é a garantia de que cuidará também de nós.

Finalmente, perguntemo-nos: De que nos vale inquietar-nos com as nossas preocupações?
PENSE – “Não se aflijam com nada; ao invés disso, orem a respeito de tudo; contem a Deus as necessidades de vocês, e não se esqueçam de agradecer-Lhe suas respostas. Se fizerem isto, vocês terão experiência do que é a paz de Deus, que é muito mais maravilhosa do que a mente humana pode compreender. Sua paz conservará a mente e o coração de vocês na calma e tranquilidade, à medida que vocês confiam em Cristo Jesus”. – Fp 4:5 e 6 – Bíblia Viva.

DESAFIO – “Venham a mim todos vocês que estão cansados de carregar as suas pesadas cargas, e eu lhes darei descanso”. – Mt 11:28 – Bíblia na Linguagem de Hoje.

ESTUDO ADICIONAL – Isaías 8:19 e 20 cita duas correntes de informação: Os necromantes e os adivinhos, ou a Deus. A Bíblia de Jerusalém transmite uma idéia muito interessante na maneira de traduzir o verso 20: “À instrução e ao testemunho! Se eles não falarem de acordo com esta palavra, certamente não nascerá para eles a aurora”.
Não há esperança para aquele que se afasta das orientações divinas para seu modo de vida. Outras fontes podem ser consultadas, mas elas não apresentam um caminho que conduza para o alvorecer. São caminhos sem esperança.
Isaias referiu-se aos necromantes e adivinhos. Nabucodonozor recorreu aos magos, encantadores e feiticeiros. Hoje temos uma gama bem diversificada de informantes: bola de cristal, tarô, cartas, horóscopos, astrólogos e outros mais. Todos, caminhos sem esperança.
O ser humano foi feito de tal modo que precisa de esperança. A esperança é a mola propulsora que impulsiona o homem para as atividades e realizações. A esperança é a adrenalina espiritual que confere energia ao homem nos momentos mais difíceis e árduos de sua peregrinação. A esperança impulsiona o homem para as conquistas mesmo sob sacrifício.

Quando o homem é despojado da esperança, torna-se um espectro ambulante, vegetando sem rumo. Destruída a esperança de um homem, destruído fica o homem.
Sem Deus, o caminho apresenta-se angustiante, escuro, eivado de ansiedades e envolto em densas trevas. Que coisas boas existem afastado de Deus?
PENSE – “Mas os perversos são como o mar agitado, que não se pode aquietar, cujas águas lançam de si lama e lodo. Para os perversos, diz o meu Deus, não há paz”. – Is 57:20 e 21 – Almeida Revista e Atualizada.
DESAFIO – Grande paz têm os que amam a tua lei; para eles não há tropeço”. – Sl 119:165 – Almeida Revista e Atualizada.