Lição 03 – Escola Sabatina – 15/01/2011

Lição 03 ESTRESSE
Pr. Albino Marks
“Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e Eu vos aliviarei”. – MT 11:28.
INTRODUÇÃO – Declara o sábio Salomão: “Nunca pergunte: ‘Por que será que antigamente tudo era melhor?’ Essa pergunta não é inteligente”. – Ec 7:10 – Bíblia na Linguagem de Hoje.
Apesar dessa declaração é preciso admitir que a comunidade mundial sofreu alterações profundas de algumas décadas para nossos dias, em todos os aspectos, que de uma ou outra forma atuam sobre o psiquismo do ser humano. Quem viveu a sua infância e adolescência antes da segunda guerra mundial, sabe que o estilo de vida mudou de modo drástico. As crianças e adolescentes dos dias atuais não conseguem entender de que era possível viver de outra forma. Os avós de hoje, que foram as crianças de ontem, estão perplexos com tudo o que acontece com seus netos e bisnetos no que diz respeito às suas reações emocionais.
Causas que atuam de modo muito forte sobre o psiquismo humano são as pressões externas. Destacam-se a falta de segurança em todos os aspectos; a violência manifestada em assaltos, seqüestros, roubos, etc.; as enfermidades nas mais variadas formas; crises econômicas que afetam a sociedade como um todo; instabilidade no emprego para obter o sustento da família, e outras mais.

A questão fundamental para manter o equilíbrio emocional e evitar o estresse é a confiança no amoroso cuidado e no poder atuante de Deus. Muitas pessoas desconsideram este fator, desconhecendo que o delicado sistema emocional do ser humano é feito com a necessidade da dependência. Sempre há uma dependência no relacionamento para com outros e, sobretudo com um ser Superior que inspire confiança.
PENSE – “Não se afligem com nada; ao invés disso, orem a respeito de tudo; contem a Deus as necessidades de vocês, e não se esqueçam de agradecer-Lhe suas respostas. Se fizerem isto, vocês terão experiência do que é a paz de Deus, que é muito mais maravilhosa do que a mente humana pode compreender. Sua paz conservará a mente e o coração de vocês na calma e tranqüilidade, à medida que vocês confiam em Cristo Jesus”. – Fp 4:6 e 7 –
Bíblia Viva.
DESAFIO – “Meu coração ouviu a tua voz, dizendo: ‘Procure a minha ajuda!’ Sim! É isso que eu vou fazer; procurar a ajuda do Senhor”. – Sl 27:8 – Bíblia Viva.
EVENTOS EXCITANTES DA VIDA – O profeta Elias viveu acontecimentos que devem ter atuado de maneira muito forte sobre as suas emoções. No entanto, em meio a todas as circunstâncias adversas e situações de confronto, uma questão foi decisiva para manter o seu equilíbrio emocional: a certeza no amor, na provisão e na atuação de Deus em seu favor.

Para a viúva de Sarepta declarou com inabalável convicção: “Pois assim diz o Senhor, o Deus de Israel; ‘A farinha na vasilha não se acabará e o azeite na botija não se secará”. – 1Rs 17:14 – Nova Versão Internacional.

Deixai toda a ansiedade de lado e colocai todas as vossas preocupações nas mãos de Deus. Ele é o Criador de vosso psiquismo e das leis que o regem. Ele sabe como acalmar as vossas emoções e a vossa mente pela atuação de Cristo Jesus. Ele tem poder para desfazer as vossas ansiedades e inquietudes e envolver-vos em perfeita paz mental e emocional.
Por que Paulo tinha tanta certeza que os nossos distúrbios mentais e emocionais podem ser desfeitos pelo relacionamento de confiança estabelecido com Jesus Cristo? Porque é Jesus mesmo quem faz a promessa e assegura que o relacionamento de confiança com Ele devolve a paz mental e emocional: “Eu vos deixo a paz, eu vos dou a minha paz. Não vo-la dou como o mundo a dá. Que o vosso coração cesse de se perturbar e de temer”. – Jo 14:27 – Tradução Ecumênica da Bíblia.
Poderia alguém oferecer melhor solução para transformar o estresse em tranqüilidade e confiança? A cura do estresse somente não acontece porque o ser humano é resistente em estabelecer o relacionamento de confiança com Jesus Cristo.

PENSE – “Tudo isso acontecerá porque disseste: ‘O Senhor é a minha proteção! O Grande Deus é a minha morada segura!’ O mal não te apanhará de surpresa e o seu lar não será atingido por desgraças”. – Sl 91: 9 e 10 – Bíblia Viva.
DESAFIO – “Entregue todas as suas preocupações ao Senhor. Ele levará o peso dos seus problemas. Deus nunca deixa o justo tropeçar e cair”. – Sl 55:22 – Bíblia Viva.
EVENTOS AMARGOS DA VIDA – Como as manifestações de Deus ao longo de nossa vida nos falam? Elias passou pelas grandes demonstrações de Deus a seu favor durante mais de três anos. Primeiro junto ao ribeiro de Querite e depois na casa da viúva de Sarepta. Tudo culminou com a gloriosa manifestação da resposta do Céu à oração do profeta. Tudo foi tão dramático e contundente que, “Quando o povo viu isso, todos caíram prostrados e gritaram: ‘O Senhor é Deus! O Senhor é Deus!’” – 1Rs 18:39 – Nova Versão \Internacional.
Não bastasse tudo isso, seguiu-se uma chuva copiosa, regando a terra seca e esturricada, por três anos e meio de estiagem inclemente.
Eis que o profeta depara-se com um mensageiro de Satanás, proclamando a sua sentença de morte. Elias foge, dominado pelo medo. Como pôde acontecer? Esqueceu Elias as grandiosas manifestações daquele dia, ao receber a explosão de ira da parte de Satanás no entardecer? “Elias teve medo e fugiu para salvar a vida”. – 1Rs 19:3 – Nova Versão Internacional.
Como reagimos em face de problemas inesperados, mesmo depois de experimentar por longo tempo as demonstrações do amor cuidadoso de Deus por nós? Esquecemos o que Deus tem feito e permitimos que o inimigo nos envolva nas malhas do desânimo, do medo e do estresse? “Conta as bênçãos”, é a mensagem do belo hino. Quando aprendemos a nos demorar sobre tudo o que Deus fez e faz por nós, compreendemos que, “os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão produzindo para nós uma glória eterna que pesa mais do que todos eles”. – 2Co 4:17 – Nova Versão Internacional.
PENSE – “E agora, queridos irmãos, quero que vocês saibam o que sucede a um cristão quando ele morre, para que não fiquem cheios de tristeza como aqueles que não têm esperança, quando isso acontecer”. – 1Ts 4:13 – Bíblia Viva.
DESAFIO – “Mas o seu interesse e cuidado por nós duram a vida inteira. Podemos passar por momentos difíceis, de grande tristeza, mas Ele logo nos devolve a alegria”. – Sl 30:5 – Bíblia Viva.
TERAPIA DE DEUS – Deus receitou para Elias um medicamento muito simples para combater o seu estado de estresse: Uma dieta de alimentação, repouso, exercício físico e confiança na proteção e liderança de Deus.
Alimentação – Não havendo alimentação correta, o corpo ressente-se dos nutrientes necessários para o seu bom desempenho. O corpo mal nutrido, não terá condições de proporcionar uma mente desperta e ágil para compreender as situações e encontrar soluções adequadas. Pelo contrário, um corpo mal nutrido terá uma mente de modo geral cansada e lerda. Sentindo sua incapacidade de acompanhar a desenvoltura dos competidores, a pessoa entra em estado de depressão e estresse.

Repouso – A falta do repouso necessário e restaurador é outro fator que desestrutura o delicado maquinismo do corpo. A ciência comprova que, como regra geral o corpo necessita de oito horas de repouso tranqüilo. Há aqueles que com menos horas de repouso sentem-se perfeitamente bem, mas não constituem a regra. Outros necessitam de período mais longo.

Está também comprovado que a prática milenar da soneca após o almoço, em vez de constituir-se uma perda de tempo, é considerável lucro na produtividade.

Atividades – Para sentir-se bem e realizar-se como pessoa, cada ser humano precisa de atividades. Quem não tem motivação nenhuma para envolver-se em atividade útil, logo estará envolvido pelo tédio, caindo em depressão e estresse. Porém, as atividades necessitam de equilíbrio para não desgastar o conjunto harmônico do todo.

Confiança em Deus – Este é seguramente o fator mais importante. Viver cada dia em inteira dependência de Deus.

PENSE – “Não se aflijam com nada; ao invés disso, orem a respeito de tudo; contem a Deus as necessidades de vocês, E não se esqueçam de agradecer-Lhe suas respostas. Se fizerem isso, vocês terão experiência do que é a paz de Deus, que é muito mais maravilhosa do que a mente humana pode compreender. Sua paz conservará a mente e o coração de vocês na calma e tranqüilidade, à medida que vocês confiam em Cristo Jesus”. – Fp 4:6 e 7 – Bíblia Viva.
DESAFIO – “O Senhor dará uma paz perfeita a todos que confiam nEle, aos que concentram seus pensamentos nEle”. – Is 236:3 – Bíblia Viva.
O MÉTODO DE JESUS PARA ADMINISTRAR O ESTRESSE – Os discípulos haviam trabalhado arduamente durante a sua viagem missionária. Agora estavam com Jesus e relataram tudo o que haviam feito. Porém, as atividades eram intensas, “ao ponto de eles não terem tempo para comer. Jesus lhes disse: ‘Venham comigo para um lugar deserto e descansem um pouco’”. – Mc 6:31 – Nova Versão Internacional.
Como usamos o nosso tempo de atividades? A atividade foi provida para o homem para ser uma bênção, mas quando ultrapassa os limites transforma-se em traiçoeira armadilha para o seu equilíbrio emocional.
O mundo moderno proveu muitas facilidades e benefícios para o homem. No entanto, muitos desses benefícios podem tornar-se problemas e gerar perturbações.
Fui ao médico e sobre a sua mesa deparei com um pedido: “Durante a consulta, por favor, desligue o celular”. Eis uma coisa boa que pode transformar-se em armadilha. No sábado você vai para igreja para adorar o Criador, que também é o seu maior amigo e promete grandes bênçãos durante o serviço de adoração. Porém, você leva o seu celular. De repente ele interrompe a sua concentração espiritual e você não tem dúvida:
Desliga a conexão com Deus e atende a conexão do celular. Por mais importante que seja a mensagem do celular, o que realmente é importante quando nos encontramos perante o Rei do universo para O adorar? “Tire as sandálias dos pés, pois o lugar em que você está é terra santa”. – Êx 3:5. Deixe o celular em casa e não misture o santo com o comum.
PENSE – “Mas o Senhor está em seu santo templo. Todos os habitantes da terra devem se calar diante dele”. – Hc 2:20 – Bíblia Viva
DESAFIO – “Dêem ao Senhor a glória que Ele merece!… Adorem ao Senhor na sua perfeita santidade. Todos os povos devem ter um profundo respeito por Ele”. – Sl 96:8 e 9 – Bíblia Viva.
LEVANDO ALÍVIO AOS OUTROS – A cura do estresse não se encontra em paliativos que não atingem a raiz do problema, que é o pecado. A conduta regida pelas emoções negativas é apenas o fruto de um problema que está esmagando a mente do homem dominada pelo grande inimigo de Deus.
Da missão de Jesus, o médico Lucas declara o seguinte: “Como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com poder, o qual andou por toda parte, fazendo o bem e curando a todos os oprimidos do diabo, porque Deus era com ele”. – At 10:38 –
Almeida Revista e Atualizada.
É compreendendo o ministério de Jesus que compreendemos o que precisa acontecer com o homem para que este seja liberto de suas mazelas emocionais. Os traumas emocionais são fruto da opressão do diabo, escravizando o homem sob o pecado. O pecado que atua em “todos os oprimidos do diabo”, acusa-os e tortura-os com o senso de culpa, que não conseguem definir de onde vem, porque se julgam pessoas boas. Compreender que estamos vivendo em um mundo sob as conseqüências do pecado, é um grande dilema e gera inquietantes perguntas, tais como: Por que? O que fiz de errado? Como pode ser? Não compreendo! Estas perguntas só encontram respostas reais e a solução para os problemas na mais importante obra sobre psicologia – a Escritura Sagrada. Nela encontramos o maior, Psicólogo e Psiquiatra – Jesus.
Paulo apresenta outro lenitivo poderoso para os distúrbios emocionais: “Levem os fardos pesados uns dos outros e, assim, cumpram a lei de Cristo”. – Gl 6:2 – Nova Versão Internacional.
Qual a lei de Cristo que Paulo recomenda? A do interesse e serviço em favor do próximo. Entre as cargas pesadas estão as traiçoeiras enfermidades emocionais, que devem ser partilhadas e sempre devemos estar prontos para tornar-nos um ponto de apoio nestas circunstâncias.
PENSE – “Eis que eu nasci na iniqüidade, minha mãe concebeu-me no pecado”. – Sl 51:7 – Bíblia de Jerusalém.
DESAFIO – “Cristo anelava que os seres humanos conturbados, oprimidos e cansados fossem a Ele, para que lhes pudesse dar luz, vida, alegria e paz que não se encontram em nenhum outro lugar”. – Meditação Matinal, 2002, pág. 293.
ESTUDO ADICIONAL – Da experiência de Elias aprendemos lições esclarecedoras de como cuidar de nosso corpo e conservá-lo em bom funcionamento para desfrutar equilíbrio emocional saudável. Acrescentemos algumas idéias mais que podem enriquecer nosso conhecimento.

Lazer – Para estabelecer o equilíbrio, entram os períodos de lazer. Os períodos de lazer descontraído são muito importantes para a pessoa proteger-se contra os desgastes da atividade contínua e livrar-se do estresse. É naqueles momentos em que se deixa de lado tudo o que envolve as tarefas do cotidiano e se entrega a uma atividade que tem como objetivo relaxar, que o ser humano renova as suas energias.

Sociabilidade – Pode surgir a pergunta: Lazer e sociabilidade não é a mesma coisa? Em parte sim, mas em grande parte não. Dependendo da atividade em que a pessoa está ocupada como a sua rotina, ela pode encontrar períodos de lazer ficando sozinha. Por exemplo: envolver-se em períodos de leitura, que desviando a mente da atividade rotineira, acabam proporcionando enriquecimento intelectual. Pode ocupar-se em atividade braçal em jardinagem, cultivo de uma horta caseira, ou outra atividade que funciona como lazer.

O lazer traz consigo a amizade e a sociabilidade, começando com os membros da família, passando pelos amigos e mesmo alcançando outras pessoas. Na sociabilidade podemos destacar clubes que promovem encontros para incrementar a formação de amizades, passeios para conhecer lugares turísticos, praticar esportes coletivos. Tudo isso, dentro da medida certa, contribui para manter o equilíbrio emocional.

PENSE – “Pois nenhum de nós vive apenas para si”. – Rm 14:7 – Nova Versão Internacional.
DESAFIO – “Não pensem unicamente em seus próprios interesses, mas preocupem-se também com os outros e com o que eles estão fazendo”. –Fp 2:4 – Bíblia Viva.